Superliga B 2018 - Duelo paranaense define campeão desta temporada Superliga B 2018 

Duelo paranaense define campeão desta temporada

Publicado em: 07/04/2018 12:49
Os dois times se enfrentaram na rodada inicial da temporada (Créditos: Thiago Paes/Federação Paranaense)

Após 14 anos o voleibol paranaense volta a contar com representantes na primeira divisão  feminina da modalidade no Brasil. Para compensar o longo jejum as duas vagas disponíveis para o acesso foram preenchidas por equipes do Paraná. Agora, Vôlei Positivo/Londrina (PR) e Curitiba Carob House/CMP (PR) jogam de olho no título que coroará o bom desempenho de ambos nesta temporada da Superliga B. A grande final acontece na próxima segunda-feira (09.04), no ginásio Moringão em Londrina (PR), às 19h30, com transmissão dos canais SporTV.

Administrado pela medalhista olímpica (Sydney 2000) Elisângela, o Vôlei Positivo/Londrina é o único invicto nesta Superliga B. O time londrinense fez sete partidas e venceu todas, perdendo apenas dois sets. Na estreia da temporada a equipe venceu justamente as adversárias da final. A partida aconteceu no dia 27 de janeiro, em Curitiba (PR) com vitória do Londrina por 3x0.

“Fizemos um campeonato muito bom, mas agora zera tudo e um jogo define o campeão. Esta semana fizemos bons treinos e queremos coroar nossa bela campanha com o título. Estamos exatamente onde gostaríamos de estar, jogando uma final, nossa equipe cresceu e aposto na força de nosso grupo. Sabemos que o time de Curitiba também evoluiu muito desde a primeira rodada quando jogamos contra elas, mas queremos que o troféu fique em Londrina”,  contou a ponteira Ju Odilon.

Na semana que precedeu a decisão, as donas da casa tiveram que segurar a ansiedade com a promessa de ginásio lotado na noite desta segunda-feira. A treinadora do time londrinense, Ivomary Ramos, confirma que jogar com a torcida a favor é um diferencial, mas que o fator emocional não pode ser esquecido.

“Intensificamos o treinamento esta semana e foi bastante produtivo. Algumas jogadoras que estavam em processo de recuperação já estão em condições de jogar. Apesar de termos alcançado nosso objetivo principal que era a vaga na Superliga A, todos queremos ser campeões. Sabemos que será um jogo difícil porque final sempre é um jogo diferente e emocionante, mas temos uma vantagem que é jogar em casa, ao lado da nossa torcida, que tem abraçado a equipe e tenho certeza de que irá comparecer em massa para nos apoiar e se tudo der certo conquistarmos o título. Londrina merece esse retorno à elite e a Elisângela merece esse título pela sua dedicação e luta em montar essa equipe”, comentou Ivomary Ramos.

No lado visitante também há espaço para otimismo. O único revés do time curitibano foi justamente o duelo contra a equipe de Londrina na primeira rodada, desde então o Curitiba Carob House/CMP não perdeu nenhum outro set. O bom desempenho na fase regular deu a classificação direta às semifinais. Agora, com a oportunidade de revanche, a capitã Valeskinha, campeã olímpica em Pequim 2008, afirma que ela e as companheiras estão em um momento melhor que no começo da competição.

 “Sabemos que vamos enfrentar uma equipe muito difícil. Trabalhamos duro até aqui e estudamos bastante o modo como elas jogam. Treinamos para corrigir alguns erros que cometemos nos jogos anteriores. Espero que consigamos por em prática todo o nosso potencial, nos manter obedientes à tática criada para esta final, para sairmos de Londrina com o título”, disse Valeskinha.

Clésio Prado, técnico do Curitiba Carob House/CMP, faz coro com a experiente central, mas joga o favoritismo para o lado adversário.

“Cumprimos com o primeiro objetivo que era a classificação para a primeira divisão. Era um desejo muito grande nosso e da cidade de Curitiba que é apaixonada pelo voleibol e estava há muito tempo sem uma equipe na principal competição nacional. Nesta temporada tivemos uma estreia adversa, mas que nos deu um grande aprendizado, fundamental para nossa evolução ao longo do campeonato. Agora temos outro grande objetivo que é o título. Sabemos que teremos dificuldades em Londrina, muito em razão do momento que o time de lá passa, é o único invicto, tem grande potencial e são as favoritas para este confronto” Clésio Prado.

SUPERLIGA B FEMININA 2018

FINAL

09.04 (SEGUNDA-FEIRA) Vôlei Positivo/Londrina (PR) x Curitiba Carob House/CMP (PR), ginásio Moringão, em Londrina (PR), às 19h30 – Transmissão SporTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro