Experiência de campeão mundial à disposição do Vôlei Ribeirão Preto

Publicado em: 27/02/2018 14:06
Vôlei Ribeirão Preto conta com a experiência do ponteiro João Paulo Tavares na Superliga B (Créditos: FL Piton/Prefeitura de Ribeirão Preto)

A Superliga B masculina de vôlei 2018 vem agitando o voleibol brasileiro. Com jogos equilibrados e a tabela alternando de liderança a cada rodada, a competição ganhou um nível ainda mais alto nesta temporada com a presença de jogadores experientes em diversos times. Um deles é o ponteiro do Vôlei Ribeirão Preto (SP), João Paulo Tavares.

Campeão mundial, tricampeão da Liga Mundial, vencedor na Copa dos Campeões, entre outros títulos com a seleção brasileira de Bernardinho, João Paulo fez sua última participação na Superliga na temporada 2014/2015, pelo extinto Vôlei Brasil Kirin (SP), e decidiu se aposentar na sequência.

Ficou fora das últimas duas temporadas e, aos 34 anos, foi convencido a voltar graças ao projeto desenvolvido pelo Vôlei Ribeirão Preto. Capitaneado pelo campeão olímpico Lipe e dirigido pelo técnico Marcos Pacheco, o time do interior de São Paulo foi montado com o único objetivo de garantir a vaga e disputar a próxima edição da Superliga.

“Eu tinha parado, estava trabalhando e estudando quando apareceu o convite para voltar. Já conhecia o Pacheco e o Lipe, confio muito no trabalho deles e gostei do projeto. A ideia de ser algo novo, com objetivos grandes e de ajudar o projeto a crescer me motivou. Estou muito feliz de fazer parte disso tudo e espero que o time conquiste os objetivos desta temporada”, disse Tavares.

Voltar a jogar não estava nos planos, mas disputar a Superliga B tem sido um prazer e uma motivação para o experiente ponteiro. “O campeonato está com um nível bem legal, bastante equilibrado. Mas, o que motiva ainda mais é ganhar, é conquistar a vaga para a Superliga na próxima temporada”, afirmou João Paulo Tavares.

Já que o assunto é a vaga na Superliga, quando questionado sobre o futuro, o ponteiro não pode afirmar sobre o que vem pela frente. “Além de estar feliz com o projeto, gosto muito da cidade. Não sabemos o que vai acontecer, mas o que eu posso dizer é que estou dando o meu melhor nesta temporada para seguir no time. Agora que voltei, a ideia é jogar mais uns anos”, disse.

Feliz na cidade, o jogador ainda elogiou a participação dos torcedores. “A torcida tem comparecido em grande número nos nossos jogos. Em alguns, os ingressos esgotam em poucas horas e eles nos ajudam muito. A torcida de Ribeirão torce de verdade”, comentou João Paulo Tavares.

Acostumado a participar de competições internacionais, a Superliga B tem sido um aprendizado especialmente no dia a dia com os jogadores mais jovens que compõem o grupo ribeirão-pretano.

“Acho que vivi meu auge entre 2009 e 2011. A primeira temporada que joguei no Japão foi muito especial e estava na seleção neste período também. Aqui no time, estou ao lado de jogadores mais jovens e tento ajudar de alguma forma, dando uns toques, já que, agora que sou um dos mais velhos, tenho também este papel”, disse Tavares, que complementou.

“Durante os jogos conversamos bastante, principalmente entre os ponteiros. Eles me ajudam muito também. Às vezes, quem está de fora tem uma visão diferente do que está acontecendo na quadra e consegue dar uma contribuição maior”, concluiu João Paulo Tavares.

A próxima partida do Vôlei Ribeirão Preto na Superliga B masculina será na próxima terça-feira (06.03), contra Uberlândia/Gabarito/Start Química (MG),  às 19h30, na casa do adversário.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro